França

Aos vencedores, os Césars

O prêmio César (pronuncia-se “cêsaaar”), considerado o Oscar do cinema francês, foi entregue no dia 28 deste mês, prestigiando 22 categorias profissionais. Mesmo diante de muitas transformações no meio cinematográfico francês, continuou consagrando a sétima arte como uma das mais importantes manifestações culturais do país.

Cartaz do prêmio César 2020 homenageou a atriz Anna Karina, musa da Nouvelle Vague
Anna Karina, figura emblemática do movimento Nouvelle Vague, musa do cineasta Jean-Luc Godard, faleceu em 2019 e foi homenageada este ano no cartaz da 45ª cerimônia do César

O cinema francês é uma instituição nacional. A paixão pela sétima arte fez com que em 2019 fossem registrados recordes de frequência nas salas de cinema do país. Apesar do avanço dos seriados disponíveis em serviços de streaming, da concorrência com as produções hollywoodianas e de outras transformações, nada menos que 74,6 milhões de espectadores compareceram às salas no ano passado, e 16 filmes franceses tiveram bilheteria acima de um milhão de espectadores.

Um “ano intenso”. Foi assim que a organização do Prêmio César definiu o período de 2019 para o cinema francês, com a proposição de temas fortes, tocantes e com grande apelo para o debate social. 

O grande vencedor foi  “Os Miseráveis (Les Misérables), que, ao contrário do que dá a entender o título, não é uma adaptação cinematográfica da obra de Victor Hugo. O filme, um drama policial que expõe a dura realidade da vida cotidiana em um subúrbio de Paris, é guiado pela trajetória do agente Stéphane (Damien Bonnard), que ingressa no esquadrão anti-crime de Montfermeil, onde é ambientada a obra Les Misérables, de Victor Hugo. Ao lado de membros experientes da equipe, ele descobre as tensões entre as gangues locais e a polícia.

Ainda dá tempo de ver. E caso você resolva ir, prepare-se para ver uma Paris bem diferente daquela habitualmente retratada na maioria das produções cinematográficas. E, ao final, para refletir sobre a frase de Victor Hugo: “Mes amis, il n’y a pas de mauvais hommes ou de mauvaises herbes, il y a juste de mauvais cultivateurs”.

A produção levou o prêmio de melhor filme, melhor montagem, melhor ator revelação para Alexis Manenti — que interpreta um dos policiais experientes da história —  e, de quebra, o “César du Public”, expressando a preferência do público.

O filme já havia vencido o Prêmio do Júri do Festival de Cannes, juntamente com o brasileiro Bacurau.

Quem elege os melhores do César

A eleição dos melhores fica a cargo da Academia de Artes e Técnicas do Cinema (Académie des Arts et Techniques du Cinéma), fundada em 1976 e que reúne atualmente 4.680 membros ligados diretamente à indústria cinematográfica e 200 membros associados, apoiadores do cinema francês. Apenas a título de comparação, a academia que vota o Oscar possui praticamente o dobro de integrantes,  mas isso nem de longe tira a sua importância. Não é esta a melhor unidade de medida para a relevância da produção cinematográfica francesa.

Este ano a Academia avaliou 633 filmes, sendo 220 elegíveis ao prêmio de melhor filme, 377 candidatos a melhor filme estrangeiro e 36 curtas-metragens, totalizando 2745 pessoas a passar pelo crivo do júri.

Foram nomeados concorrentes a prêmios em 22 categorias: melhor filme, melhor ator, melhor atriz, ator revelação, atriz revelação, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, figurino, cenário, animação (curta), animação (longa), fotografia, adaptação, montagem, som, curta-metragem, primeiro filme, música original, roteiro original, documentário, filme estrangeiro e melhor realização. Descubra os vencedores aqui e aproveite para treinar um pouco o seu francês, aprendendo mais sobre o universo cinematográfico de l’Hexagone.

Quer aprender francês para saber ainda mais?

http://www.francesmais.com

Publicado por Hellen Souza

Meu nome é Hellen Souza, sou jornalista e francófila, ou seja, adoro a cultura francesa. Aqui você encontrará informações sobre o que acontece atualmente nesse país que já foi berço de transformações sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 8 =